Logo da Escola Superior da Tecnologia da Informação

ESCOLA SUPERIOR DA
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

INSTITUTO INFNET

Logo da Escola Superior da Tecnologia da Informação

ESCOLA SUPERIOR DA
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

INSTITUTO INFNET

Vida na escola

Certificação que leva para o exterior

Já imaginou completar uma certificação e ser convidado para trabalhar no Reino Unido e em seguida nos Estados Unidos? Essa foi a realidade do Júlio César Santos.

A vivência no exterior foi construtiva: “É interessante ver como a cultura corporativa se adapta entre regiões”. Júlio conta que os britânicos são muitos sérios e pontuais, já os americanos são mais focados em números.

Há dois anos, retornou ao Brasil para auxiliar os engenheiros da Cisco a adequarem o funcionamento dos equipamentos à nossa.

Mas qual foi o início dessa história?

“Sempre curti desenvolvimento de sistemas, mas estava incerto sobre o futuro e de como conseguir conhecimento. Fui indicado ao Infnet por um amigo do meu antigo trabalho”, conta. 

Os estudos de Júlio foram de junho a outubro de 2001. A certificação foi a base para ele conquistar a meta de ir além do trabalho como técnico de informática. 

Hoje o arquiteto de TI afirma que os conhecimentos adquiridos naquele tempo em Visual Basic ainda são úteis! 

“A grade oficial tinha tudo que eu procurava. Desde UML básico até programação cliente-servidor. As aulas eram 100% práticas em laboratórios. Fora o valioso networking da época”, complementa.

Júlio César não faria diferente: “Indico o Infnet para qualquer brasileiro que deseja romper barreiras em sua vida. O conhecimento o mantém livre. E a melhor fonte, hoje, é o Instituto Infnet”.

Julio atua com tecnologias Cisco e Microsoft para Service Desk e Datacenters. 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
graduação em Gestão da TI
Andre Kischinevsky

Visitando a Dataprev

Visita sensacional agora na Dataprev, organizada pelo prof. Allan Bessa. Fomos conhecer o datacenter nível 3 no Cosme Velho. Por razões de segurança, só os 20

Leia mais »