Vida na Escola

Intercâmbio para estudar desenvolvimento de software

Apesar da crise econômica, Gustavo Tavares foi efetivado na IBM em julho, onde estagiava, antes mesmo de terminar sua graduação.

“Durante meu período de estágio na IBM trabalhei em dois projetos como desenvolvedor. Atualmente, como funcionário, tenho a missão de ajudar na transformação do time que trabalha com aplicações legadas em mainframe para a web e também na adoção de práticas ágeis.”

Mas o Gustavo fez por onde, nunca se acomodou, e foi um de nossos alunos que participou do Ciência sem Fronteiras: “Estudei dois semestres na Miami University e depois participei de um programa sobre Lean Manufacturing na University of Tennessee, Knoxville, onde tivemos aula e trabalhamos em uma empresa local.”

Seus desafios começaram logo no primeiro estágio, antes da IBM: “Eu era responsável por refatorar um programa CLI escrito em Perl. Ainda bem que tive aulas de lógica de programação, linguagem C e estruturas de dados com o Luiz Paulo Maia, o famoso LP. É conhecido por ser rígido e as aulas dele me deram uma base sólida, foram essenciais.”

Além do trabalho e da faculdade, investe na música: começou a tocar violão há 14 anos e estudou na Escola de Música Villa-Lobos. Ultimamente tem passado o tempo livre compondo com um amigo de infância.

Durante o intercâmbio nos EUA, o Gustavo estudou engenharia de software, computação e cálculo, fez transferência dos créditos e pretende se formar junto com sua turma em abril.

, , , , , , , ,

Deixe sua opinião

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

LEIA TAMBÉM

Menu