Vida na Escola

Quanto ganha um programador - Excerto do Guia Robert Half

Quanto ganha um programador?

Quer saber quanto ganha um programador, e quais cargos ganham mais?

Em primeiro lugar, observe que um dos perfis mais valorizados na área é o do Agile Coach. Ganha R$15 a 25 mil por mês, segundo o guia salarial Robert Half.

Está surpreso? O mercado evoluiu e o resultado é que funções que nem existiam há alguns anos agora estão no topo da pirâmide.

O Gartner diz que a maioria esmagadora dos projetos de software usam métodos ágeis. Já o Standish Group afirma que projetos ágeis tem mais chances de sucesso. O resultado são salários muito altos, pois faltam profissionais no mercado.

Mas, afinal, quanto ganha um programador?

De acordo com a pesquisa da Robert Half, que você pode baixar aqui, estes são alguns dos salários da área de desenvolvimento de software, para 2019:

  • Quanto ganha um desenvolvedor mobile: R$6 a 9 mil
  • Quanto ganha um desenvolvedor front-end: R$4 a 12 mil
  • Quanto ganha um desenvolvedor back-end: R$4 a 13 mil
  • Quanto ganha um desenvolvedor full-stack: R$5 a 14 mil
  • Quanto ganha um Scrum Master: R$8 a 15 mil
  • Quanto ganha um Agile Coach: R$15 a 27 mil
  • Quanto ganha um engenheiro de software: R$8 a 18 mil

Como aprender a programar com métodos ágeis?

Em várias graduações preparamos os alunos para trabalharem com métodos ágeis. É o caso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Engenharia de Software e Engenharia da Computação. São trabalhadas competências ligadas a metodologias ágeis em diferentes projetos de software, a cada bloco.

Da mesma forma, nas pós para desenvolvedores, as metodologias ágeis são um destaque, sendo discutidas à fundo em meio aos aprendizados relacionados à engenharia de software. As pós-graduações MIT em Arquitetura de SoftwareMIT em Engenharia de Software com .NET e MIT em Engenharia de Software com Java são exemplos.

Hoje, até mesmo os MBAs, voltados para um público gerencial, como o MBA em Gerência de ProjetosMBA em Governança e Melhores Práticas da TI, trabalham competências ligadas aos métodos ágeis, conjugando o framework tradicional preditivo com metodologias ágeis.

, , , , , , , , , , ,

Deixe sua opinião

Assinar
Notificar de
guest
1 Comentário
mais antigo
mais recente mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Arini Mascia Neto
2 meses atrás

Boa noite, achei a sua matéria bastante esclarecedora, na década de final de 1970 a cerca de 1987, trabalhei com a programação Cobol, da IBM, Sisco, entre outras, adquiri grande experiência na área depois de cerca de 20 e poucos anos, e também trabalhei como autônomo na área, entretanto; com a entrada de novas linguagem de programação, visual, visual C++ e por vai, Cobol comercialmente, pelo menos onde residí, não era mais atraente, fui ficando para escanteio, nunca abandonei a linguagem, pois desenvolvia a medida do possível alguns sistemas aqui e ali, depois não tive como sozinho competir com a… Ler mais »

LEIA TAMBÉM

Menu