Vida na Escola

Alunos que são orgulho para o Instituto Infnet

“Eu não tinha a pretensão de fazer qualquer coisa diferente da UFRJ. Era o meu foco.”

Marco Ollivier nos conheceu numa Feira de Ciências de sua escola técnica. Mas não deu atenção, pois estava focado em passar para uma federal. Não tinha dinheiro para as mensalidades.

Um dia descobriu que poderia estudar no Infnet de graça, pelo ProUni. Sua renda familiar estava abaixo do teto e era aluno de escola pública.

Começou a estudar no Infnet em 2009, na terceira classe de Análise de Sistemas. Dedicou-se, ficou sempre entre os primeiros lugares. Virou monitor de Java e representante de turma.

“Entrei um garoto que conhecia só o básico de computação e saí um analista pronto para o mercado. Dizem que a faculdade não forma um profissional. Eu, respeitosamente, discordo.”

Marco virou fã dos professores Morgado, Ciglione, Onoda e Aquino. E construiu uma rede sólida.

“Eu tive boas oportunidades na minha carreira pelo networking que o Infnet me proporcionou: em todos os locais que trabalhei, fui indicado ou indiquei alguém do Infnet. Hoje, trabalho em uma empresa do grupo Cielo, indicado pelo meu parceiro de TCC.”

Durante o tempo que ficou no Infnet, não apenas estudou. Marco vivenciou o Instituto, fez amizades e deixou uma ótima impressão. Na foto, está com seus colegas no dia de sua formatura!

“O orgulho de ter me formado no Instituto vai muito além da infra e das aulas de qualidade. Meus colegas da faculdade são profissionais incríveis e amigos de verdade.”

Também temos orgulho de alunos como você, Ollivier!

, , , ,

Deixe sua opinião

Assinar
Notificar de
guest
1 Comentário
mais antigo
mais recente mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Gabriela
1 ano atrás

Sempre bom ver que o projeto de TCC trouxe tantas coisas boas para a vida de alguns estudantes, estou fazendo o meu trabalho nesse ano com um grupo e espero que a gente consiga isso que conseguiram.

LEIA TAMBÉM

Menu