Vida na Escola

Uma carreira de esforço e sucesso

Uma das coisas que mais motiva quem trabalha com educação é ver o resultado na carreira dos alunos já formados.

A Nina é um exemplo de sucesso deste trabalho. Entrou na graduação em Gestão da TI sem nenhum conhecimento na área. Correu atrás e começou um estágio com 6 meses de curso. Logo mudou de estágio e foi contratada pela Unimed. Decidiu fazer concurso público e passou a estudar todos os dias na biblioteca do Infnet.

Passou para a UFF, Investe Rio e para distribuidora BR. Nessa época, o Infnet fez um trabalho político, com o apoio do MEC, mostrando à Petrobrás que era correto aceitar em seus concursos egressos de graduações tecnológicas.

Nina fez o concurso, passou e foi chamada para a Petrobras, onde está até hoje. É agora responsável por dois processos na TI da Petrobras que são executados por cerca de 8.000 colaboradores e trabalhou na construção do desdobramento da cadeia da Petrobras na TI.

É casada com Dilson, que foi seu colega no curso de Gestão da TI no Infnet e hoje trabalha no INPI. Agora, Nina a analisa opções de uma carreira internacional, em Data Science.

Veja o depoimento completo da Nina Raminelli:

“Entrei no Infnet buscando uma graduação mais prática e sem ter conhecimento prévio na área. Entrei em uma turma onde a maioria tinha experiência de mercado e no mínimo algum conhecimento na área. Nos primeiros trimestres tive que correr atrás do prejuízo, estudei muito todo o conteúdo passado em aula e busquei materiais extras indicados pelos professores. Tive muitos professores excelentes que me acompanharam e me incentivaram ao longo do curso. Com 6 meses de curso já consegui meu primeiro estágio em TI e depois de mais 3 meses consegui um estágio na Unimed Federação que me rendeu o meu primeiro emprego em muito pouco tempo.

Meu sonho sempre foi passar em um concurso público, trabalhar em um lugar que me desse segurança, retorno e prazer de trabalhar. Mesmo ainda faltando 2 anos para me formar, comecei a estudar para concursos a todo momento que eu tinha livre: no ônibus, no fim de semana, de noite e no almoço. A biblioteca do Infnet, com toda a bibliografia que eu precisei, foi de grande ajuda! O foco do curso de Gestão de TI também facilitou muito meus estudos, pois quase nenhum candidato aprende ITIL, Cobit e PMBOK na faculdade e tem que começar do zero, enquanto eu tive uma boa base. Meus rendimentos nas provas foram aos poucos melhorando até que consegui me classificar nas vagas em alguns concursos.

Passei na UFF (1º), Investe Rio (6º) até que veio minha classificação na Petrobras Distribuidora, 1º lugar para Analista de Sistemas – Infraestrutura, a única vaga imediata! Meu TCC já estava pronto, mas ainda não havia defendido e nem colado grau. Procurei os professores para formar a banca e marcar a defesa. Pedi ajuda a equipe do Infnet para colar grau antes da minha turma e consegui! Deu tudo certo e no tempo certo! Logo em seguida recebi o resultado que havia passado para a Petrobrás (10º) também. Depois de trabalhar quase um ano na Petrobrás Distribuidora, fui chamada para a Petrobrás, onde eu estou hoje muito feliz e com mais um sonho realizado.

Agradeço muito aos professores e funcionários, todos que ouviram minha história, torceram por mim e me ajudaram. Devo muito ao Infnet, pois não foi só meu emprego na Petrobras que eu conquistei, mas também foi na graduação que eu conheci meu marido, Dilson, que também conquistou um cargo público com a formação no Infnet.”

, , , , , , , , , ,

Deixe sua opinião

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

LEIA TAMBÉM

Menu