ESTI | Escola Superior da TI

ESCOLA SUPERIOR DA
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

INSTITUTO INFNET

Vida na escola

Bate-papo com aluno: Flávio Macedo

Quando você conheceu o Instituto Infnet?

Você sabia que o Infnet começou em 1994 com treinamentos oficiais na área de tecnologia e internet? O Instituto foi crescendo, tornou-se o centro de treinamento mais conhecido do Rio de Janeiro e, a partir de 2006, passou a oferecer cursos de graduação e pós-graduação.

Muitos alunos já conheceram o Instituto como uma faculdade focada em formar os melhores profissionais de tecnologia para o mercado de trabalho, mas alguns alunos mais velhos estão de olho no Infnet desde o comecinho. É o caso do Flávio Macedo que conheceu o Infnet há muitos anos atrás, quando éramos famosos pelos treinamentos técnicos.

foto flávio macedo

Antes de se tornar nosso aluno, Flávio passou por uma longa caminhada na área de TI, começando como Web Designer e em seguida se tornando Web Master. Ele se afastou da área por oito anos, montando uma empresa nesse tempo, porém sua paixão pela tecnologia o fez voltar e hoje em dia ele atua como Front End Developer e Full Stack.

Além dos vários cursos que realizou na área de TI, Flávio também atuou como instrutor em alguns cursos.

“Já fui gerente de loja de shopping, Web Master, instrutor de cursos técnicos de informática , empresário de vendas de materiais e insumos hospitalares.”

Flávio destaca ainda dois projetos de grande importância que realizou, um deles de remodelagem e implementação do site institucional da UVA, quando foi estudante por lá. O outro, quanto era funcionário da Nokia Siemens.

“Fiz junto a um colega de trabalho, o sistema para atendimento e ordem de prioridades de atendimento da Oi, que está sendo utilizado até hoje Fiquei muito feliz porque tive que conversar com os quatros setores da Oi e entender a lógica do negócio que não era igual nos quatro setores.”

Flávio explica que acreditava que na área de TI um diploma de universitário não fazia diferença, mas mudou o pensamento e agora entende que “fazer faculdade é bom por várias razões, inclusive porque convivemos e aprendemos com pessoas da área, e vários amigos de classe já trabalham na área, então é sempre um networking bem legal”.

“Acabei o primeiro bloco ano passado, devo confessar que gostei de tudo que vi e aprendi, e destacaria os dois professores que estiveram com a gente do ínicio ao fim do bloco, Cidcley Oliveira e Thiago Aguiar. São excelentes profissionais e espero ter mais matérias com ambos, monstros de conhecimento, paciência e educação. Fora o monitor Rodrigo Araújo, que é absurdo também nos mesmos quesitos.”

Flávio é um ótimo exemplo de como sempre é possível aprender mais. Ele deixa um conselho para os que estão começando na área ou em dúvida sobre o que fazer: “Estude sempre, nunca ache que já sabe tudo e se puder se especialize em alguma linguagem e seja generalista nas outras”.

Faculdade de Análise e Desenvolvimento de Sistemas
Andre Kischinevsky

Colocando o PBL em prática

Aprender fazendo é o que a instituição busca para os alunos ao implantar o PBL (Project/Problem/Portfolio Based Learning). O professor Cidcley Schmitt demonstra 100% de alinhamento à

Leia mais »
CBA
rafaelasilva

Do Infnet para o Canadá

A faculdade onde estudamos vira parte de nossa vida, mesmo muito depois da formatura. Seguimos colhendo os frutos por anos a fio. No Brasil e

Leia mais »
desenvolvimento de software
Andre Kischinevsky

Alunos que deixam marcas

Alguns alunos não “passam” pelo Infnet. Eles vêm e criam uma história com a gente. O Luis Edgar Baims é um desses alunos, com um relacionamento único

Leia mais »