Vida na Escola

Instituto Infnet da adeus aos cadernos e adota aulas 100% laboratório desde 2007

Hoje de manhã, estava conversando com uma aluna que se transferiu para o Infnet depois de estudar três anos em outra instituição aqui do Rio. Ela decidiu mudar porque lá estudava Engenharia de Computação sem computadores. Aulas de “cuspe e giz”.

“Adeus cadernos!” foi nosso lema em 2007, quando lançamos as primeiras graduações do país com um computador por aluno em 100% das aulas.

Não pensem que foi fácil: houve muita resistência. Os professores tinham medo da falta de atenção durante as aulas. Mas os anos foram passando e a metodologia foi se adaptando às novas ferramentas.

Nossa crença é a do ensino voltado para o mercado de trabalho. Então, se o aluno vai trabalhar com um computador, deve estudar com um computador.

Os cadernos foram trocados por contas no Google e na Microsoft. Os alunos do Infnet ganham acesso ao pacote de ferramentas Google e também ao Office 365, grátis e completo, usando seus e-mails “@al.infnet.edu.br”.

Computadores durante a aula permitem acessar o conteúdo das graduações: a maior parte está disponível online. Os livros da biblioteca são importantes, mas o esqueleto central do aprendizado, assim com o enunciado dos trabalhos, estão quase sempre no Moodle.

Com computadores, os alunos das graduações em TI podem colocar a mão na massa desde o primeiro dia. E os alunos de administração e marketing para pesquisar, anotar e aprender as ferramentas do dia a dia do trabalho nas empresas.

Manter o parque de computadores funcionando é um desafio para nossa instituição. Não é raro enfrentarmos problemas nos laboratórios e, as vezes, os alunos reclamam (com razão) quando as coisas não funcionam tão bem. Mas este é um desafio necessário para uma instituição de ensino que se propõe a ensinar conteúdos úteis em 2018.

 

, , , , , , , ,

Deixe sua opinião

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

LEIA TAMBÉM

Menu